Resumo Histórico

O SPAC ONTEM E HOJE

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil foi o primeiro sindicato independente do país e continua fiel aos seus princípios constituintes. Não tem filiação político-partidária ou fins lucrativos. Nas suas diversas vertentes, sua missão é só uma: defender os interesses, liberdades e garantias dos seus Associados, os Pilotos de Linha Aérea.

Constituído em 1976 (Assembleia Constituinte realizou-se a 12 de Outubro de 1976, no Instituto Superior Técnico, em Lisboa, tendo a Assembleia Geral Eleitoral ocorrido em Maio de 1977), o SPAC nasceu em condições muito difíceis e adversas, só graças à preserverança e determinação dos seus fundadores que, resilientemente, não se deixaram intimidar ou desmotivar por diversas forças de pressão que os tentaram demover da sua criação. 

Já passámos por momentos históricos de conflitos laborais, já nos batemos em pról da dignificação da Classe e de melhores condições de trabalho, sempre com coragem e, nalguns casos, até mesmo estoicismo. Mas não vivemos no passado.

Os tempos são novos e há novos (e também velhos) desafios. Todos os dias, continuamos firmes na defesa da Classe laboral a que pertencemos e no zelo da segurança de voo, certos de que, quaisquer que sejam os desafios, agora como dantes, juntos temos sempre mais força para enfrentar as dificuldades que se apresentam.

Este espaço virtual é mais um elo de ligação ao SPAC, por excelência, a “Casa” dos Pilotos. Disponível a partir de qualquer parte do globo e destinado a encurtar distâncias, informar e a responder a todas as questões dos Associados.

Já somos cerca de 2000. Queremos ser ainda mais e todos são bem-vindos.

Parafrasendo uma das primeiras circulares do SPAC, e também num 

gesto de homenagem aos fundadores do nosso Sindicato, deixamo-vos com o repto feito na altura, mas que continua tão actual como então:

Precisamos de todos. Todos seremos muitos.